Home >> Notícias >> Sombra de volta ao jogo

Sombra de volta ao jogo

Sejam Bem vindos Heróis aqui é o BrooK e hoje vamos falar de uma personagem que a cada dia se torna mais presente dentre as as composições 

Quando Sombra foi finalmente lançada depois de todo o hype gerado pela Blizzard, os jogadores não sabiam muito bem onde ela se encaixaria.

Apesar de ser um flanker e ter habilidades stealth, seu dano não era muito alto e sua habilidade de movimentação, o Translocator, era mais uma habilidade de fugir da luta do que de “desviar” dos tiros inimigos e seu tiro secundário, Hack, é cancelado caso tome qualquer tipo de dano.

No fim, continuavam com composições que já se sentiam seguros usando.

Sombra recebeu alguns pequenos buffs, mas não foi isso que fez ela começar a ser utilizada.

Sua ultimate, EMP, não só é ótima mas pode ser carregada de forma extremamente rápida. Cada health pack hackeado que o time usar aumenta sua carga de ult baseado na vida recuperada. Um health pack grande pode gerar até 20% de carga, enquanto um pequeno, em torno de 7%, sendo que só pode haver 3 hackeados simultaneamente. Com isso, alguns times, principalmente coreanos, perceberam que com coordenação para utilizar os health packs hackeados, poderiam utilizar o EMP com muita frequência.

Mas como a Sombra entraria nas composições?

Ela está classificada como Herói ofensivo, porém não significa que é a única posição que poderia ocupar.

Apesar de vermos Sombra no lugar de algum dps, existem várias composições de defesa que trocam um dos suportes por ela, o que faz bastante sentido pois, se o objetivo é utilizar os health packs para se curar, não há uma necessidade tão grande de 2 outros healers.

Sua efetividade máxima vem quando o time inimigo quer fazer uma composição de dive.

A proposta do dive é iniciar a luta pulando nos oponentes, deixando-os sem tempo para reagir e focando o mesmo alvo para que matem-no o mais rápido possível.

Porém, utilizando o EMP, os inimigos ficarão 6 segundos sem poder utilizar nenhuma de suas habilidades, abrindo uma porta para um contra-ataque.

Apesar de pouco a pouco estar sendo mais utilizada, essas composições que utilizam nossa Hacker ainda são relativamente difíceis de executar, o que pode assustar na hora de usá-la.

Sua ult, por exemplo, tem área de efeito de apenas 15 metros, então é preciso analisar cada momento procurando por uma oportunidade de ult, levando em conta as ultimates inimigas. Não seria muito interessante deixar um Zenyatta fora de seu EMP em uma situação onde ele tenha sua ult carregada.

Além da oportunidade, é importante avisar o resto do seu time para que se prepare para o contra-ataque, pois de nada adiantaria ter o time inimigo hackeado e não lutar.

Conforme o tempo for passando, creio que a utilização da Sombra será mais e mais entendida pelos jogadores e um dia será bem comum vê-la em nossas partidas.

“Em agradecimento ao jogador Alberto “Agoheba” Tavares, trazendo a tona este tema muito interessante para os nossos players!”

Sobre BrooK

Nascido e criado nos campos de Battlefield. 70.057841 % de Habilidade de mira. Criador de conteudo de OverWatch e apaixonado pela arte!

Veja também

Craftar ou não? Confira o guia das lendárias!

Craftar uma lendária não é nada fácil! Por isso essa semana apresentarei o tier de …