Home >> Tecnologia e Inovação >> WEB 1, 2, 3 e a futura 4.0

WEB 1, 2, 3 e a futura 4.0

As constantes mudanças na internet se deram ao longo de décadas de evolução. Mais que isso, a internet como é conhecida hoje sofreu interferência de diversos setores da tecnologia, mas ao contrário do que muitos imaginam, essa evolução de WEB 1.0, passando pela atual 3.0 e projetando a futura 4.0 tem como principal influência o comportamento do usuário.

Nos primórdios da WEB 1.0, na década de 90, a internet era usada basicamente para transmitir conhecimentos de uma corporação para o internauta. Grandes empresas desenvolviam seus portais para ter sua marca melhor representada no mercado e consequentemente mais assistida. A interação entre usuário e ferramenta era praticamente nula e a informação tinha apenas uma fonte, o desenvolvedor do site.

O primeiro passo em larga escala foi dado com a introdução da WEB 2.0, no início dos anos 2000. Com os adventos das redes sociais e a comunicação entre usuários, a internet tinha uma nova cara. Agora, era possível compartilhar pensamentos, imagens, vídeos e qualquer arquivo interessante com outras pessoas. Sites como Facebook, Twitter, Youtube e o extinto Orkut impulsionaram essa nova maneira de se usar a internet, que predomina até hoje, com algumas variâncias.

Variâncias essas que são denominadas na WEB 3.0. Com o acesso de usuários à rede totalmente multiplicado, tornou-se importante comunicá-los de qualquer lugar. E com tecnologias mais avançadas, dentre os principais, o incremento massivo de smarthphones, usuários passaram a fazer tudo em tempo real. A comunicação se tornou irrestrita com os diversos aplicativos, funcionalidades e a acessibilidades remotas.

A estável rede dos dias atuais parece ter atingido o seu ápice. Nenhuma nova onda mudou a maneira de se interagir nos últimos 5 anos, o que é considerado um longo período no avanço atual da tecnologia. A rede está imposta na forma de vida das pessoas. Porém, empresas com o pensamento avançado já conseguem vislumbrar a nova WEB.

E essa transição para o futuro acontece da necessidade de mais informações pessoais de cada um que acessa a rede. Entender os interesses do consumidor e sua maneira única de utilizar seus eletrônicos, qualificar suas intenções e direcionar estas informações, principalmente para produtos e serviços. A nova WEB 4.0 já se desenvolve e assim como foi o processo de transição e adaptação da 2.0 para a 3.0, no início da década atual, tem tudo para se estabilizar na próxima.

De qualquer forma, todas estas fases não são eras isoladas da internet. Cada nova etapa incorpora tudo o que já foi vivido, englobando um conceito atual, com funcionalidades e mecanismos novos e mais relevantes. Nada é deixado para trás, tudo se modifica objetivando a evolução.

É fato concreto que a internet sempre será a porta de entrada para qualquer novidade, baseando sempre em seus usuários. Hoje, vivemos a era da tecnologia e ela não acabará tão cedo, as mudanças serão cada vez mais constantes, com períodos curtos e extremante universalizado.

Sobre Willian Caldas

Formado em Produção Multimídia, atuando como Designer Instrucional. Colunista semanal na Games Academy e comentarista de CS:GO na Gamers Club. Aqui no Fábrica de Lendas, desenvolve materiais sobre games e tecnologia.