Continuaremos falando dos arquétipos dos decks do Hearthstone. Hoje falaremos sobre o arquétipo Combo, caso você ainda não tenha visto as outras análises, é só clicar aqui.

Os decks Combo se beneficiam da combinação das cartas que ganha o jogo usando juntas em uma determinada sequência.

Está é uma estratégia que não anda sozinha. O deck combo em sua maioria é um deck controle com o combo, é muito simples entender porque isto sempre acontece.

Para combar você precisa no mínimo de duas cartas, mas na maioria das vezes precisa de 3~5 cartas.

Se você tiver um combo de apenas duas cartas, existem mais de 50% de chances de possuir estas cartas somente a partir do turno 8.

Por isto que é preciso controlar o que está ocorrendo, empregando recursos que normalmente são utilizados pelos decks controles. Abusando da compra de cartas para conseguir juntar o combo de maneira mais rápida, tornando o deck mais estável.

Veja exemplos deste Arquétipo!

Como exemplo para falar deste arquétipo temos o Ladino Mill que faz comprar carta ao máximo com o Oráculo da Luz Fria e o Brann Barbabronze que junto com dois oráculos pode causar mais de 30 de danos no seu oponente.

Outro deck que também faz isto muito bem é Mago congelante, que usa Alexstrasza para deixar o oponente com 15 de vida e no próximo turno matar o oponente combinando seus feitiços, que na maioria das vez combina Lança de Gelo com Seta de Gelo e Mago Sangrento Thalnos .