Aimbooster, aimhero, ajustar o dpi e sensibilidade do mouse, estudar e praticar mapas por horas e horas e sempre jogar ranked… Todos já fizemos isso, porém ás vezes parece que ainda falta algo. Aqui vão algumas opções do que podemos fazer fora do PC, mas que apresentam grande potencial de melhorar o gameplay e desempenho em games.

– Dieta: já parou para pensar na influência da sua alimentação sobre seu desempenho no PC? POIS, É! Quando passamos muito tempo no computador, acabamos buscando alimentos e bebidas para, na maioria das vezes, consumir rapidamente na frente da tela…. Sanduiches, salgados, biscoitos, doces, refrigerante, energéticos, e por aí vai.

Além dos malefícios de comer de frente para a tela, essa dieta de cafeteria (Junk Food), apesar de gostosa, pode reduzir o desempenho em games por vários motivos. A ingestão exagerada de junk food pode causar alterações de humor, reduzindo a tolerância ao estresse, facilitando assim o famoso “tilt”.

Beber refrigerante/energético é gostoso e dá aquele boost temporário no ânimo, e atenção, por conta do açúcar e estimulantes. Porém, após um tempo esses efeitos passam e vem o rebote, causando uma drástica queda desempenho (in game) e um aumento da irritabilidade.

Então, assim como um atleta de qualquer modalidade esportiva (futebol, basquete, etc.), PRECISA de uma dieta balanceada para manter seu desempenho o melhor possível, o player de E-sports também precisa ficar atento no que come. Tanto pela desempenho in game, quanto pelos benefícios para uma vida saudável.

– Exercício físico: todo mundo já ouviu falar que fazer exercício físico é bom para a saúde, mas os benefícios não param por aí. Ás vezes ficamos tão focados no treinamento in game, que esquecemos do nosso próprio corpo, e que não é só a mão do mouse que precisa ser trabalhada.

A prática de exercício físico causa alterações que vão desde o âmbito comportamental até o nível celular, podendo influenciar positivamente a desempenho em games.

Praticar exercício físico traz benefícios mecânicos para o player, com aumento do tônus muscular, propiciando uma melhora postural, diminuindo as chances de dores musculares e articulares depois de horas em frente ao PC.

Esse aumento no tônus, também facilita o desenvolvimento da memória e resposta muscular. O simples ato de se alongar e fazer um breve aquecimento dinâmico antes de jogar pode evitar dores músculo/articulares resultantes de uma sessão de gaming.

A prática de exercícios pode proporcionar uma grande melhora no humor através da liberação de hormônios e neurotransmissores ligados a sensação de prazer, elevando o ânimo para a próxima sessão de jogatina.

A melhora de humor também pode vir pelas alterações teciduais e de circulação sanguínea, que facilitam o metabolismo e a remoção de hormônios ligados ao estresse (cortisol, adrenalina), dificultando assim o processo do “tilt”.

O treinamento técnico/tático dentro do jogo e importante, assim como o aquecimento da mira, mas o treinamento físico também tem sua importância na melhora da desempenho in game.

Concluindo, colegas gamers, para melhorar seu desempenho nos games não adianta só sentar a bunda na frente do computador ou console, treinar a mira e ficar comendo salgadinho. Dieta e exercício físico trazem melhorias nítidas para a saúde e qualidade de vida, assim como para nossa desempenho in game.

Então bora balancear essa dieta, sair e caminhar um pouco ou (para aqueles que preferem) puxar um ferro que com o tempo esses pontos de ranqueadas vão subir!

Fiquem ligados que entraremos em mais detalhes sobre as influências da dieta e exercício físico sobre a desempenho em gaming, assim como outras dicas do que você pode fazer fora do PC para melhorar seu desempenho como gamer!