Black Dragons é derrotada na final e fica com o vice da Pro League Finals


Warning: getimagesize(/home/u979204606/domains/fabricadelendas.com.br/public_html/wp-content/uploads/2017/11/bd.jpg): failed to open stream: No such file or directory in /home/u979204606/domains/fabricadelendas.com.br/public_html/wp-content/themes/gutenmag/includes/custom.php on line 276
bd

Após um primeiro dia maravilhoso e sem problemas para os brasileiros, o segundo já não foi o esperado por todos os torcedores que estavam presentes na MAX5 Arena em São Paulo e a Black Dragons é derrotada na final e fica com o vice da Pro League Finals

 

No segundo e ultimo dia de Pro League, após as vitorias nas quartas de finais em cima da Eins do Japão e da 1nfamy dos Estados Unidos, nas semifinais a equipe da Team Fontt pegou a europeia Ence Esports enquanto a equipe da Black Dragons pegou a Bicampeã mundial Penta Esports.

 

Na primeira semifinal a equipe da Ence conseguiu a vitória no primeiro mapa, sendo Consulado por 5×0 sem deixar os brasileiros sem entender nada e sem reação alguma e abrindo a serie em 1×0 em mapas.

No segundo mapa, sendo Chalé, a equipe da Ence conseguiu conquistar o primeiro round com ótimas jogadas, mas a Fontt mostrou que estava no jogo e conseguiu vencer o round seguinte com um 4K de Gohan conquistando um Doublekill com sua C4,1×1. Ence mostrou porque é uma das favoritas para o título e abriu diferença levando o jogo a 4×1, mas a Fontt não deixou barato e conseguiu vencer dois rounds seguidos e deixando o placar em 4×3, mas a Ence resolveu acabar com a felicidade dos brasileiros e levou o ultimo round fechando o mapa, a serie e garantindo a vaga na final eliminando os brasileiros da Team Fontt, 2×0 em mapas.

 

                                                                       Imagem por Igor – Analista da paiN Gaming

 

Na outra semifinal, a equipe da Black Dragons começou seu duelo contra a equipe da Penta Esports no mapa Chalé e a equipe da Penta consegue a vitória no primeiro round, mas a BD vence logo em seguida dois rounds e deixando o placar em 2×1. Penta consegue vencer mais um mais um round, mas a BD retoma a liderança no placar, 3×2. BD garante mais uma e garante o map-point, mas a equipe da Penta diminui para 4×3 o placar, mas isso não foi o suficiente para segurar a BD e eles fecham o mapa em 5×3 abrindo 1×0 na série.

No segundo mapa, sendo Casa de Campo, BD começa o mapa abrindo 2×0 em cima da Penta, mas os europeus conseguiram a reação e empataram a serie em 2×2. Os brasileiros da Black Dragons decidiram então acabar com o jogo dos europeus e mostrar que desta vez não irão garantir o título de campeão e garantiram a vitória por 5×2 em cima da Penta e avançar para a final contra a equipe da Ence Esports.

 

                                                                             Imagem por Igor – Analista da paiN Gaming

 

Na final sendo definida também em MD3, começamos com o mapa Oregon, a equipe da Ence abriu a vantagem no mapa deixando placar em 3×0, mas a BD logo em seguida conseguiu diminuir deixando tudo 3×2. Ence mostrou que é favorita e venceu os dois últimos rounds seguidos e abriu 1×0 na série, 5×2 na Oregon.

No segundo mapa, sendo Chalé, a equipe da Black Dragons entrou diferente no jogo, ótimas jogadas de Julio e Wag foram mostrando aos europeus que o Brasil tem nível mundial e abriram uma vantagem levando o jogo até o map-point mas isso não foi motivo de deixar a equipe da Ence nervosa pois com sua frieza e calma em jogo, a virada mais historia do Rainbow Six Siege foi se formando e a equipe da Ence conseguindo uma sequencia de 6 rounds levando o jogo até o overtime se consagra campeã mundial da Pro League e deixa o Brasil novamente com o vice-campeonato.

 

                                                                             Imagem por Igor – Analista da paiN Gaming

 

Infelizmente não foi dessa vez, mas o ano três de Rainbow Six Siege logo está ai e em breve traremos todas as novidades que foram informadas nos painéis ocorridos entre os campeonatos.