Share

Narrador brasileiro está afastado após denuncias de assédio em redes sociais.

A Riot Games no Brasil tornou-se e anunciou que o narrador Nicolas “Nicolino” continuará afastado das transmissões de Valorant por um período ainda indefinido após supostos casos de assédio. Na terça-feira a empresa havia anunciado que o brazuca voltaria às transmissões do Valorant Champions Tour Brazil, já a partir do próximo sábado.

Em comunicado oficial a Riot Games declarou que durante o tempo em que o processo de avaliação do narrador acontecia, a empresa compartilhou as informações com a equipe de Valorant no país “para garantir que todos estavam com as decisões tomadas”. Porém, ainda segundo a desenvolvedora, “discussões adicionais com o time à luz de novos relatos” fizeram com que eles voltassem atrás e mantivessem o afastamento.

Nicolino foi afastado no começo do mês de julho, quando publicações nas redes sociais começaram a comentar a possibilidade de exposed do narrador devido casos de assédio. Até agora não houve nenhum relato público de alguma vítima. A Riot Games percebeu a situação e já no dia seguinte anunciou a suspensão para investigar “informações sobre potenciais fatos” que envolvessem o narrador.

O anúncio do retorno do caster gerou muita discordância nas redes sociais, houveram diversos protestos entre o público feminino. Jogadoras, influenciadoras e também as mulheres da comunidade protestaram veementemente contra a decisão.

Confira a nota da Riot Games na integra:

Durante as últimas semanas, o nosso processo de avaliação da situação e de fatos de conhecimento da Riot foram compartilhados com a equipe do VCT-BR, para garantir que todos estavam confortáveis com as decisões tomadas até o momento com relação ao caster Nicolino. No entanto, após a publicação de nosso comunicado, tivemos discussões adicionais com o time à luz de novos relatos, e optamos por manter o afastamento do caster por período a ser definido.

Em respeito à privacidade de todos, não entraremos em detalhes. Reforçamos o compromisso de criar um espaço de inclusão e segurança em nossas comunidades e operações, e essa é a nossa prioridade no VCT-BR. Estamos abertos a ouvir todos e sempre que for preciso vamos reavaliar nossas decisões no sentido de preservar os valores nos quais acreditamos.

Nesta quarta-feira, o narrador se pronunciou após mais de um mês do caso, em nota nas redes sociais, o brazuca disse:

“Quero esclarecer que, em vista do último acontecimento, preferi me isolar, não só por uma recomendação psicológica e jurídica, mas para entender a situação. (Estou) usando este tempo para autorreflexão e compreensão de tudo o que aconteceu e trazer a minha narrativa de maneira assertiva.”

“Quero enfatizar aqui que as situações que foram colocadas são, em partes, sim, verdade. Eu, vivendo um relacionamento, me envolvi através da internet com outras pessoas. Admito que flertei, conversei, troquei fotos e expus um problema do meu relacionamento e algo que estava me afetando de diversas formas, buscando fora da minha relação uma possível solução para isso.”

“Eu sei que errei e em momento algum, para aqueles que estiveram me acompanhando neste momento, eu deixei de dizer que estava errado ou não soube reconhecer. O apoio profissional que eu precisava ter procurado, já estou fazendo, para de alguma forma tentar evoluir com tudo isso.”

About Author

Estudante de jornalismo e de história. Baixista, amante de um monte de besteiras inúteis e doente por revistas em quadrinhos e pela Hayley Williams

%d blogueiros gostam disto: