Crônicas de uma jogadora nada normal

– SOLTA A BATIIIDA … Ops, já estão ai?!

Heeellooo pessoinhas, eu sou a Panda, mais uma Ana/Mercy/Lucio nesse vasto mundo de Overwatch,, tenho 20 anos e tenho 2 empregos.

Hoje vim contar para vocês como foi minha primeira viagem por Overwatch, AGRUPEM – SE COMIGO.

Conheci o jogo através de um amigo que estava batendo palminhas igual a uma foca só por estar assistindo ao vídeo (Abaixo).

Quando olhei para tela eu achei bem ruim(estava no mundo de Battlefield 4), o gráfico, os heróis, a jogabilidade bem infantis (Aaaah o amor a primeira vista), nada me atraiu, nem mesmo o Hanzo (Herói pelo qual meu amiguinho estava babando só por ter um arco e uma flecha). Logo após veio o Beta, joguei por exatamente 5 minutos e kitei, isso mesmo CORRI, enquanto meu maravilhoso amigo olhava pra tela do PC como o Smeagol olhava para o “meu precioso” (Senhor dos aneis, Legolas, aaaaaaah ♥), após aqueles 5 minutos não quis mais saber de Overwatch(#SAD).

Um dia, como qualquer outro, sentada em frente ao pc eu vi e ouvi meu amigo tendo ataques de pelanca porque o jogo havia sido lançado e ele não poderia comprar …1 minuto de silencio em respeito a essa revelação… no fundo eu ri, me julguem, mas como sou um amorzinho e tenho 2 empregos, eu o presenteei com o maravilhoso OVERWATCH , versão normal porque não sou tão rica assim, e é ai meus queridos amigos que começa minha jornada de superação, luta e, um momento “I NEED HEALING, OBRIGADA” …

Onde eu estava mesmo?! Desculpa, desculpa, me desculpa… E dedicação a esse jogo que me deixou no Ouro. ♥

Meu primeiro herói foi nossa linda, loira e maravilhosa Mercy, e isso foi o fim da minha #VidaSocial, a partida corria tranquila e feliz quando algo perturbador aconteceu…
– “Dra Panda, Winston na linha 1”
– “Obrigada Athena…. – Meus queridos o dever me chama, nos vemos em breve e não se esqueçam “Heroes ne… “FÚRIA PRIMATAA”… – Ops, ai vou eeeeeeeu!

Nãaao se preocupem queridos, a cavalaria chegou…

… Algo perturbador aconteceu, meu time inteiro morreu e eu fiquei como? Mais perdida que a Gloria Pires no Oscar. Comecei a ouvir MERCY RESSUSCITA, MEEEEEERCY ULTAA e eu não fui capaz de opinar, apertei o Q e gritei: RESSUSCITA CAMBADA, me senti a Beyoncé do Paraguay, sambei na cara dos inimigos, fiz o URRO e ganhamos. Nunca mais poderei dizer que a primeira impressão é a que fica porque hoje sou apaixonada pelo Overwatch.

Bem, essa foi minha primeira experiencia dentro do jogo, espero que tenham gostado, um beijo de XP e até a próxima.